“Tão quieta e ao mesmo tempo tão intensa, tão insegura e tão segura de si ao mesmo tempo, tão fria e tão quente, tão apaixonada e também magoada por dentro, sou tão tudo e tão nada sou tão sei lá…”
— No que está pensando?
— Estou triste.
— O que houve?
— Nada.
— Como nada? Você está triste.
— É exatamente isso. Não houve nada. Nada. Nadinha de nada.
— Não entendi.
— Eu estou cansada e pensei essa semana inteira em partir. Não sinto que você me ama, não como no começo. Por que deixamos isso acabar? Por que deixamos tudo morrer?
Ele ficou em silêncio e me encarou. Eu queria uma resposta, mas estava com medo do que iria ouvir. Tinha medo dele não me querer mais, ou coisa pior. Ele continuou em silêncio e me abraçou. Lágrimas caíram sobre a sua camisa, e eu me dei conta. O silêncio é perturbador, e muitas vezes doloroso. Mas nunca da mesma forma que é a falta de alguém que amamos. Eu suporto seu silêncio, meu bem, mas nunca a sua partida.
Sorrisol.  
Sem essa de “será que vou?”, “será que falo?”. Na minha vida não entra pessoas que vive de meio termo, ou fica ou vai, ou diz ou não diz.
Adocicas. 
Não tô dizendo que a gente não tinha nada, mas também não é como se tivesse alguma coisa. Mas esse é o problema. Não vou continuar tendo uma meia-coisa com você. Não é suficiente pra mim.
Vinicius Kretek. 
Como você conheceria a felicidade se nunca passasse pelas fases tristes?
P.S. Eu te amo. 
Ainda que você seja um grande erro, eu quero você de qualquer maneira.
Carly Rose. 
Ser inteligente é usar o silêncio para não entrar em brigas desnecessárias.
Clarice Lispector.    (via desajustou)
Tem coisas que devemos relevar, muitas vezes fazemos um drama por algo que nem vale a pena, pessoas inconvenientes precisamos ignorar, momentos desconfortáveis também, deixar de se importar com besteiras e levar a vida com mais leveza.
Imprudências da vida.   (via desajustou)
Acredite, as coisas começam a dar certo na sua vida, quando você fecha os olhos, conversa com Deus e deixa de dividir seus planos futuros com tantas pessoas.
Carpinejando.      (via desajustou)
Que a força do medo que tenho não me impeça de ver o que sinto. Que a morte de tudo que acredito não me tape os ouvidos e a boca, porque metade de mim é o grito, mas a outra metade é o silêncio. Que a música que ouço ao longe seja linda e que a pessoa que eu amo esteja sempre amada, mesmo que distante, porque metade de mim é partida e a outra metade é saudade. Que as palavras que falo não sejam ouvidas como prece e nem repetidas com fervor, apenas respeitadas, como a única coisa que resta numa pessoa inundada de sentimentos, porque metade de mim é o que ouço e a outra é o que calo. Que essa minha vontade de ir embora se transforme na calma e na paz que eu mereço, que essa tensão que me corrói por dentro seja um dia recompensada, porque metade de mim é o que penso e a outra metade é o vulcão. Que o medo da solidão se afaste e que o convívio comigo mesmo se torne ao menos suportável, que o espelho reflita em meu rosto um doce sorriso que eu me lembro de ter dado a minha face, porque metade de mim é lembrança do que fui e a outra metade.. eu não sei. Que seja preciso mais que uma simples alegria para me fazer aquietar o espírito, e que o teu silêncio me fale cada vez mais, porque metade de mim é abrigo, mas a outra metade é cansaço. Que a arte aponte uma resposta mesmo que eu não saiba e que ninguém atende complicar, porque é preciso simplicidade para fazê-la florescer, porque metade de mim é platéia e a outra metade é canção. Que minha loucura seja perdoada, porque metade de mim é amor e a outra.. também.
Oswaldo Montenegro. (via cortejos)
Desde quando foi embora
Do meu pensamento você nunca saiu
Não superei, mas tive que aceitar
Acho que meu ponto fraco sempre vai ser você.
Ponto fraco

Não sou tão ruim assim. Ainda não matei ninguém.

Olha, eu não gosto de você. Pare de me procurar ou tentar chamar minha atenção. Eu poderia dizer politicagens como “o problema sou eu” ou “nós podemos ser amigos, se você quiser” ou “não é nada pessoal”, mas eu estaria apenas vestindo uma luva de veludo para te empurrar pra longe de mim. Eu não posso ser rude, mas também não funcionou muito bem ser sutil. Eu não gostei de você, e é extremamente pessoal.
Gabito Nunes.   
theme por: romanceais